À flor da pele - Heather Graham



Esse livro é uma mistura de gênero policial com romance. A teia policial começa muito bem, tem um certo suspense, e atentados, porém à medida com o romance entre os protagonistas aumenta, a parte policial vai deixando a desejar.

Spencer é casada com Danny, melhor amigo de Delgado. Danny é policial. Danny é morta. E ninguém vê nada.
Spencer arrasada some por 1 ano. Delgado, abalado pela morte do amigo, empenha-se fielmente em descobrir quem matou seu amigo.

Spencer retorna e quer justiça. Quer descobrir quem matou seu marido, e quer que Delgado descubra a qualquer modo quem é o culpado.
Em meio à busca da verdade, eles tem que provar sua inocência, se manterem vivos, e conviver com a paixão que ressurgiu entre os dois.

É um livro emocionante, à medida em que eles tem que enterrarem o passado para poder conviverem no presente e terem chances de um futuro juntos.
Recomendo.

Resumo:

Forçada a encarar o assassino do marido, o detetive Danny Huntington, Spencer exige respostas de um homem que deveria tê-las – o ex-policial David Delgado, um refugiado de Cuba que, além de ter sido o melhor amigo de Danny, também foi namorado de Spencer na escola. Durante as investigações, Spencer e David ficam muito próximos e o desejo que sentem um pelo outro começa a ser revelado, depois de anos reprimido pela lealdade a Danny. Ao mesmo tempo, a investigação os leva do mundo brilhante da alta sociedade de Miami ao obscuro e perigoso submundo da cidade. Nesse percurso, descobrem os segredos que motivam um assassino frio e cruel a cometer o seu último ato de violência. Com muita sensualidade e ritmo alucinante, em À Flor da Pele Heather Graham explora as possíveis causas de um crime por meio de personagens verossímeis e complexos, tendo como cenário o glamour de Miami em contraste com a realidade dos imigrantes cubanos.

12 comentários

  1. Eu tenho esse livro aqui em casa, mas ainda não li, pra variar.rsrsrsrs

    Acredito que o forte dele seja o romance. Gosto dos livrinhos de romance da Heather Graham, geralmente os caras tem pegada, se é que vc me entende... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    bjos.

    ResponderExcluir
  2. Esse é um dos livros que estão na minha lista de "procura-se na feira do livro!"
    a história me interessa bastante!
    boa dica amiga!

    ResponderExcluir
  3. Eu já li Retrato Macabro da Heather Graham e gostei. Esse ai nunca li não, mas como você disse que a parte policial vai deixando a desejar conforme o romance aumenta, acho que não leria não.. =P

    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Naty, a primeira vez em que ela transa com ele, faz aquela farra-do-boi toda e depois....chora???
    Me poupeeeee!!!!!
    Retrato macabro é melhor, concordo com o Thiago:)
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Tem selinho para vc no meu blog!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Natália!
    Criei um Espaço do Leitor lá no Loucura Literária e gostaria muito que você participasse! É fácil! É só dizer-nos em 5 linhas qual foi a maior loucura que você já cometeu por um livro!
    Esse é um modo criativo que encontrei para nos conhecermos melhor e darmos boas risadas. Afinal, não somos livrólotras por acaso, não é mesmo? (rs)
    Beijos e conto com você,
    Lily

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho esse livro aqui em casa, mas ainda não li, pra variar.rsrsrsrs (2)

    Hahahahahah roubei o coment da Tonks!!!

    Depois do seu comentário sobre ele, vou colocá-lo em um lugarzinho de destaque na pilha que tenho para ler!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. esse tá na minha lista faz é tempooooo.....vamos ver quando consigo terminar minha fila de livros, pra então adquirir mAIS.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, o livro parece ser ótimo...
    Mas estou com tantos livros na minha lista que tenho até vergonha de colocar mais livros lá... haeushuehsuehsaeuhasuehasuehsauhsuehaueh
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Não sou mto adepta aos romances policiais, axo que o mais policial que eu já li foi o Último Meroningio (axo q eh esse o nome hahaha)...mas ele é tipo um codigo da vinci....

    Miquilissssss
    Bru

    ResponderExcluir
  11. Nossa! Essa música,de certa forma,mecheu bastante comigo... Vieram cenas na minha cabeça,e logo após uma sensação... Aquela sensação de dor,angústia,talvez arrependimento,mas acima disso tudo SAUDADE...Saudade de um tempo que não vai voltar,por mais que eu queira...Não adianta querer voltar no tempo,só pelo simples fato de ter medo e não saber aproveitar a vida...Medo de se envolver mais...Medo de sofrer...E consequentemente medo DE VIVER...(Acho que esse é o pior)

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!