twitter
RSS

Ensina-me a viver - Donna MacQuigg

>> segunda-feira, 31 de agosto de 2009


" - Entregue logo esse castelo a Baynard. De que adiantará perder a vida por essa pilha de pedras? - disse a mãe adotiva de William - Diga a ele, moça. Diga que voltaremos todos para a Escócia...
- Não! Já ouvi o suficiente - Elise interrompeu a argumentação de Molly. - Não podemos desistir de tudo por causa de um homem. Temos que encontrar outra saída. - Ao perceber o olhar frio do marido em sua direção ela estremeceu por dentro. "

Elise herdou da mãe um castelo que fica na fronteira da Escócia com a Inglaterra. Casou-se aos 16 anos. Seu marido era cruel. Quando bárbaros das Terras Altas invadem o castelo e matam seu marido, Elise vê apenas uma saída para si: unir forças e propor casamento ao líder escocês.
William tem dúvida quanto à proposta de Elise, porém ele nunca viu mulher mais linda, e tudo que ele consegue pensar é em tê-la debaixo do seu corpo, em uma cama macia.
Eu não gostei de Elise. William deveria ser santo, por aguentar essa mulher, que faz qualquer coisa para manter seu castelo, até mesmo implorar para William morrer numa guerra. Ela é desprovida de sentimentos.
Só depois que ela pensa que ele morreu, é que ela sente remorso. Mas não gostei de Elise.
Quando ao livro, eu recomendo. Se fosse dar em estrela, Tonks, rs, seriam 3.

p.s: o livro foi todo mutilado pela editora. Confesso que isso é uma tremenda sacanagem, para nós leitores. Fica óbvio as partes cortadas. Enfim.... protesto mais uma vez contra a NC.

Resumo:

Escócia, 1328
Um amor para sempre...

Com o marido brutalmente assassinado e o castelo invadido por guerreiros e escoceses, a corajosa Elise D'Auvergne jura proteger seu lar a todo custo, mesmo que para isso tenha de fazer um acordo com o arrogante líder do grupo conhecido como William, o Bárbaro. Para salvar seu castelo, ela propõe casamento àquele de olhos sedutores... mas sob as suas condições.
Há muito tempo William MacDarrin sonha em ter suas próprias terras e uma esposa para amar. Mas a mulher com quem se casou lhe parece tão proibida quanto a sólida fortaleza de pedra que ele capturou. Entretanto, William sente que, por trás da fria e reservada beldade normanda, esconde-se uma mulher atraente, ansiosa para entregar-se. E assim ele inicia sua lenta sedução, prometendo a si mesmo conquistar o relutante coração de Elise, custe o que custar...

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL