twitter
RSS

Olhos da Meia-Noite - Sarah Brophy

>> sexta-feira, 10 de outubro de 2008



Sobre este livro, faço das palavras da editora da NC as minhas:


"Querida leitora,


Imogen é uma jovem encantadora, porém, influenciada pelo irmão cruel, julga-se feia e indigna de ser amada. Convencida de que o irmão a obrigará a se casar com um homem tão desalmado quanto ele próprio, Imogen se surpreende quando o cavaleiro de confiança do rei, Robert Beaumont, a trata com gentileza e garante que ela não só é linda como também corajosa, a mulher dos sonhos de todo homem. Imogen encontra redenção e salvação no amor de Robert, porém os planos maquiavélicos de seu irmão ameaçam a frágil segurança que ela alcançou.


Neste maravilhoso romance medieval, Sarah Brophy retrata não só a personalidade de uma heroína adorável, como também a decadência da corte de um rei dissoluto, e prova que o amor tem o poder de curar e de redimir os corações!


Leonice Pomponio


Editora"


Tem 02 passagens lindas( o livro é todo lindo) neste livro que valem a pena destacar:


Imogen é cega.. .então...


— Seria capaz de mais um ato de bondade? — Imogen insistiu. — Eu não desço essas escadas desde que fui trazida para cá. Tentei muitas vezes, mas nunca consegui descer mais do que dois ou três degraus. A garganta fechou e eu parei de respirar. Eu me senti completamente desamparada.


O vago sentimento de rejeição de Robert desapareceu como por milagre e foi substituído por um bem-estar que se espalhou pelo peito e por todo o corpo. No lugar em que Imogen pousara sua mão, em especial.


— Você nunca mais sé sentirá desamparada. Eu prometo. Não me afastarei de seu lado nem sequer por um segundo. — Robert se moveu, sem se levantar, de modo a tocar nas faces ainda úmidas de lágrimas. — Eu serei seus olhos.


E no final do livro, quando Imogen volta a enxergar, ela diz:


— Eu sempre quis saber de que cor eram seus cabelos, embora nunca tivesse perguntado. Eu deveria ter adivinhado que eles eram da cor da meia-noite. Assim como seus olhos.


Robert pestanejou. Suas mãos tremiam ao segurar o rosto de Imogen. Seus olhos encontraram os dela.


INGLATERRA, SÉCULO XI


O coração sente o que os olhos não podem ver...


Filho ilegítimo de um nobre normando, Robert Beaumont tomou-se um dos mais implacáveis guerreiros da Inglaterra. Em reconhecimento por seus serviços à nação, o rei o presenteia com uma propriedade, sob uma condição: que ele se case com a irmã do homem a quem o rei deve favores... Uma jovem que poucos homens concordariam de bom grado em tomar por esposa...


Há anos Imogen Colebrook vive isolada, nas terras frias e ermas do norte da Inglaterra, prisioneira do irmão, um homem sádico e cruel, responsável por sua deficiência... e por prometê-la em casamento a um homem perigoso. No entanto, ao conhecer Imogen, o temido cavaleiro fica deslumbrado por sua rara beleza e pela coragem daquela jovem, condenada a viver num mundo de trevas. Decidido a livrar sua noiva dos tormentos do passado, Robert precisa lutar contra o inimigo poderoso que ameaça destruir a frágil felicidade de ambos, e a conduzir o coração de Imogen pelo caminho da luz e do amor...

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Muito Obrigada pela visita, e te espero no próximo post!

Arquivo

Experimente!

Link-me

Creative Commons License
Menina da Bahia licenciada sob uma Licença Creative Commons

  © Menina da Bahia - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL